Jack Dorsey, fundador do Twitter, pede desculpas pelas demissões após venda para Elon Musk – Notícias

Tecnologia


O fundador do Twitter, Jack Dorsey, pediu desculpas neste sábado (5) aos funcionários da empresa, um dia após a mídia social anunciar a demissão de quase 50% de sua força de trabalho.


Dorsey vendeu a companhia para Elon Musk, que iniciou as demissões logo após tomar o controle da empresa. Dorsey disse que se arrepende de ter desenvolvido a plataforma de microblog “rápido demais”.


“As pessoas no Twitter do passado e do presente são fortes e resilientes. Eles sempre encontrarão um caminho, não importa o quão difícil seja o momento. Percebo que muitos estão com raiva de mim. Eu assumo a responsabilidade por todos que estão nessa situação: aumentei o tamanho da empresa muito rápido. Peço desculpas por isso”, tuitou Dorsey.



O executivo ainda acrescentou:


“Sou grato e amo todos que já trabalharam no Twitter. Não espero que isso seja mútuo neste momento… ou nunca… e eu entendo”.



Jack Dorsey deixou o conselho do Twitter em maio deste ano, encerrando seu relacionamento formal com a rede social fundada em 2006. Ele é diretor desde 2007 e, mais recentemente, foi CEO do Twitter de meados de 2015 até sua renúncia no ano passado.


Recentemente, Dorsey anunciou que irá lançar uma espécie de concorrente de sua antiga criação, a Bluesky, que já tem fila de espera para testar a versão beta.




Demissão de 50% dos funcionários no mundo



O Twitter anunciou nesta sexta-feira (4) a demissão de “cerca de 50%” de seus quase 7.500 funcionários no mundo, uma semana após a plataforma ser adquirida pelo homem mais rico do mundo, Elon Musk.


“Cerca de 50% do quadro de funcionários será afetado” pelas demissões em curso na empresa californiana, conforme documento ao qual a AFP teve acesso, enviado aos funcionários da rede social que perderam seus empregos após a compra da empresa por US$ 44 bilhões.


Milhares de funcionários do Twitter foram chamados a ficar em casa, à espera de uma rodada de demissões, no âmbito de uma reestruturação da empresa lançada por Musk.


A empresa californiana comunicou a cada funcionário sua decisão através de um e-mail, e anunciou o fechamento temporário de escritórios.


O novo proprietário da empresa, Elon Musk, justificou as demissões dizendo que a empresa perde US$ 4 milhões por dia.



Mais privacidade? Saiba como dificultar a localização de seu perfil no Twitter




Source link

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *